Curiosidades sobre protetor solar!

Texto muito bacana da doutora Annia Cordeiro (annia.med.br), fiz uma seleção dos melhores tópicos:





Se bronzeou, não protegeu. Se a pele ficar mais escura, isso significa que o
protetor solar não protegeu efetivamente. “Os bronzeadores ou produtos com
FPS inferior a 15 são contra-indicados”.

É importante ler o rótulo
. O protetor solar precisa proteger contra UVA e UVB.
Verifique isso antes de comprar.

Nesse caso, menos é menos. “Quanto mais protetor, mais proteção, portanto
não economize no filtro solar”. A camada deve ser grossa e uniforme
e nenhuma parte do corpo deve ser esquecida. Muita gente sofre com
queimaduras na orelha e dedos do pé, por exemplo.

E para proteger cabelos e lábios?
Para proteger os cabelos, deve-se utilizar
cremes específicos com proteção solar, mas também não abrir mão dos
chapéus, bonés, etc. Para os lábios, há batons com proteção e filtros em
bastão. “Lembre-se que, sem proteção, os lábios podem sofrer no verão tanto
quanto no inverno”.


O número do FPS é essencial. FPS significa fator de proteção solar e indica
a quantidade de tempo que você pode expor-se ao sol sem queimar se
comprado à exposição sem proteção alguma. Um FPS 15, por exemplo,
permite que você fique 15 vezes mais tempo no sol sem se queimar. Para
exposição solar intensa, na praia, por exemplo, as pessoas de pele mais
morena devem usar um protetor de FPS 30 e as de pele mais branca um FPS
60. “A partir desse número – há disponíveis produtos com FPS até 100 -, a
escolha deve ser quando há indicação de um especialista, pois geralmente são
mais caros e não oferecem benefícios maiores para determinado paciente”.

Nenhum comentário: