Entrevista: Estefânia Lima

Segue, segue entrevista com Estefânia Lima, natural de Cuiabá/MT (cidade linda na qual nasci eh eh ^^) ...troco idéia com a Fania faz uns 6 a 5 anos(como o tempo passa!) e ela sempre nessa vibe de fazer acontecer, confire as letras e se inspire:

1) No começo mil e uma dificuldades né Herma?! Só quem não é dos centros do skate sabe, são faces do skate muitas vezes esquecidas! Conte á nós como foi o seu começo e as dificuldades.

Estefânia: Meu começo todos pensaram que fosse brincadeira, ninguém imaginava que agora em Janeiro estaria completando 8 humildes anos de skate, nem eu imaginava pra falar a verdade! Lembro que comecei andar com uns muleques do meu bairro, e lembro de uma passagem que nunca mais vou esquecer, tavam me ensinando ollie ainda, eu vi um deles girando o skate assim
debaixo dos pés, perguntei logo como fazia, e o maluco respondeu assim: "Você nunca vai mandar um Flip na sua vida!" pois é, hoje em dia eles nem andam mais, quando passam por mim abaixam a cabeça. As dificuldades foram muitas mas conheci pessoas que realmente tinham a ESSÊNCIA do skate em sí, e se não fosse por essas pessoas e por mim que aguentei o skate na canela até hoje, não teria ido muito mais além do Flip.

2) Costumo dizer que pra certas pessoas as dificuldades maiores nem são a manobras, mas o processo que sofremos pra poder executa-las eheh. Como anda o skate de Cuiabá?

Estefânia: O Skate em Cuiabá não está numa boa fase, (se é que algum dia esteve, rsrs) o que animava a galera aqui era dar a vida nos campeonatos que aconteciam com mais frequência.. nas lojas não se tem muita opção de peças, nem de preços.. mas aqui não é só desgraça não, temos vários picos de rua (eu disse, váriosss), temos uma pista pública, e a vontade louca de andar de skate, precisamos mais do quê? (rsrs)

3) E quanto ás meninas, há alguma em Cuiabá além de você? Sei que vocês do MT/Sul se juntam pra andar nos conte sobre os roles!

Estefânia: Essa sempre me complica, haha. Em SP a Karen Jonz me fez a mesma pergunta numa entrevista e eu disse que NÃO, realmente, aqui eu ando com os meninos. Eu estou mais preocupada em ir pra pista pra andar de skate que pra forçar o naipe, sentar e papear.
Aqui em Cuiabá ando com menina quando alguma amiga vem de fora, tipo a Petala de Campo Grande/MS vem pra cá, isso quando não sou eu que vou pra lá, rsrs. Dae lá tem a Larissa também que representa fortemente o PANTANAAAAAAAAAL kkkkk Po, a Petala tem 1 década de Skate já, e eu posso mandar um ollie que ela vai comemorar da mesma maneira como se eu tivesse mandado uma outra manobra 1000 vezes mais cabreira. Não só a Petala né mano, é aquilo que já falei quem tem a Essência sabe bem do que eu tô falando.

4) O que o skate pode acrescentar á sua vida???

O Skate não só pode acrescentar como já acrescentou muita coisa na minha vida. Com o Skate não aprendi só manobras, mas também lições que vou levar pro resto da minha vida.

5) Como andam as tricks? E qual manobra vc não erra de jeito nenhum?

Estão fluindo, várias novas inclusive. Voltei de SP e já senti diferença no meu primeiro rolê do ano aqui em Cuiabá, aguçou minha criatividade nos obstáculos onde sempre andei, certeza! Como disse uma vez a minha amiga Jen de Goiânia/GO:
"A Fânia sem o Fakie Fifty Reverse não é a Fânia" e é verdade, eu posso errar ollie mas não o Fakie Fifty Reverse (rsrs)

6) Qual sua visão sobre o skate feminino? O que falta para as coisas melhorarem

Estefânia: Já lutei (e não foi pouco não) pelo skate feminino Matogrossense, e hoje em dia percebo que perdi muito tempo preocupada em ajudar sendo que elas mesmas não queriam ser ajudadas. Vai melhorar quando essas meninas que tão começando a andar aqui se preocupar em andar mais pra sí do que andar pros outros, "pra ser melhor que a Estefânia" como já ouvi essa groselha "várias vezes". (Pelo menos é bom que sirvo de referência aqui) Vai melhorar quando ficarem FELIZES de verdade pelo acerto do flip da sua Coliega, mesmo que você já tenha zoado toda sua canela e ela acertou a manobra bem antes que você. Eu já fiz meu nome no Skate Matogrossense, ando há 8 anos, não tô falando de 8 semanas, ou 8 meses..

7) Vc tava em sampa e colou no Street Show, como foi a viajem?

Estefânia: Porri, fui pra SP no camp SKATE PARA MENINAS STREET SHOW, fiquei maravilhada, nunca vi tanta menina andando de skate num só lugar..
não sabia pra onde olhar.. Tati Marques flipando ali na minha cara, Alessandra Meduza nos Rock N' Roll casca na quarter.. Jéssica Hoefler mandando seus B/S Noseslide mais lindos.. não sabia se andava ou se admirava.. Foi uma grande experiência pra mim, que saí do Mato Grosso só pra ver a cena de perto. Sim, só faltou eu ter participado do camp! kkkkk Mas durante todos os outros dias lá a gente filmou bastante, pro vídeo das Divas, conhecemos vários picos (clássicos ou não), e acima de tudo nos divertimos bastante! As meninas são demais, quero mandar um salvão pra todas sem excessão! Inclusive praquelas que fiquei devendo rolê :(

8) Como não podia deixar de faltar, fale-nos tudooooooo sobre as Divas!

Eu sempre quis fazer algo pelo Skate Feminino Mato Grossense, mas a maioria aqui eram/são limitadas a andar em "pistinhas",e participar dos "campeonatinhos", pra mostrar que é skatista pra carai que anda mais que fulana ou ciclana. Através da internet conheci várias skatistas de muitos lugares do Brasil, e me identifiquei.. O DIVAS inclusive, surgiu entre skatistas que conheci pela net através de uma brincadeira, com uma propaganda de sabonete da época, "Somos todas Divas", sempre tirávamos uma tipo "TEM QUE SER MUITO DIVA PRA
AGUENTAR O SKATE NA CANELA"..

Skate essência: Que as pessoas se inspirem em quem não espera alguém fazer por si, mas que em meio a tantas limitações é capaz de enxergar além e buscar evolução ao coletivo. Skate de essência não enche o quarto de troféu, mas satisfaz a alma.
Continue sempre assim Herma, sempre nessa luta e obrigada pela entrevista! a palavra é sua:

Eu que agradeço vc pela entrevista, e inclusive peço desculpas pela demora da resposta, estamos passando noites em claro, pra que este vídeo esteja pronto
em maio, entre outras surpresinhas mais que estamos preparando.. Agradeço à todas meninas que nos enviaram seus vídeos, á todos(as) que admiram o projeto e
que de certa forma estão nos ajudando.. Um agradecimento especial à Lua Marinho tbm, que sabe o q eh pegar metade do material em mov, o resto em wmv, mpg,
mp4, avi, divx... pra editar! Pq não é fácil não.. Enfim, se não fosse por cada uma de vocês, nada disso estaria acontecendo.. Mesmo que distante geográficamente umas das outras!

8 comentários:

Lua Marinho disse...

eu que tenho que agradecer pela oportunidade de fazer parte desse projeto mto massa!
uma semana e to ai!
bj faniaaaa

Diego disse...

Nice! =D

My beautiful girl,
Love you! S2

Divas Skateras disse...

ounnnnnnnnnnn

stanc disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
GiLsk8 disse...

anda muito!

Dayanaluiza. disse...

éé isso mesmo, o skate feminino precisa de meninas como essa ae, sinistronaa...anda muiiiiiiito!
beijo

Skate Essência disse...

Lua, cuidado pra nao dereter heim jehjehjuejhuejhuejh
amo vc tbem princepe =***


go go go grrls!

perdida em mim disse...

*-*